MENU

BUSCA

Postagens populares

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

ANIMAIS

Orações pelos Animais


Colocamos nessa seção algumas orações e textos de cunho religioso ou espiritual, tudo naturalmente relacionado com nossos amiguinhos.
E também uma rádio para vc escutar belas e relaxantes músicas

POR FAVOR : divulgue estes apelos, que deverão ser feitos o maior número de vezes possível, de preferência em grupo e em voz alta: uma pessoa lê uma frase, o grupo repete, e segue assim, frase a frase, uma pessoa lendo e o grupo repetindo, como mantras.

MISERICÓRDIOSA PRECE POR NOSSOS AMIGOS,OS ANIMAIS
Ó GRANDE E MISERICORDIOSO DEUS DE TODOS !
INVOCO A PLENITUDE DE VOSSA COMPAIXÃO PARA TODOS OS NOSSOS AMIGOS ANIMAIS, ESPECIALMENTE AQUELES QUE ESTÃO EXAURIDOS POR EXCESSO DE TRABALHO, SÃO ABANDONADOS OU CRUELMENTE TRATADOS !
PARA TODA AGONIADA CRIATURA QUE, EM CATIVEIRO, BATE-SE CONTRA AS GRADES !
PARA TODOS EM DORES, SUPLICO VOSSA DOCE MISERICÓRDIA !
QUE EU POSSA SER PARA ELES O AMIGO DA MISERICÓRDIA.
QUE TODA VIDA ANIMAL SEJA ENVOLTA NA VITÓRIA DO AMOR, EM TODOS OS LUGARES E RECANTOS DA TERRA.
EM NOME DA ALTÍSSIMA VIDA PRESENTE EM TODA PARTE, EM NOME DOS MESTRES ASCENSIONADOS, APELO QUE ISSO SEJA FEITO NA TERRA, AGORA !

LIBERTAÇÃO DA VIDA ANIMAL
Ó Deus Todo-Poderoso, presente em meu coração,
Libertai os animais de sua vida terrestre.
Libertai-os de sua forma imperfeita!
[repetir 9 ou 27 vezes]
do Livro de Apelos da Chama Violeta

ORAÇÃO DA PAZ
Senhor, fazei-me um instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor,
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão,
Onde houver discórdia, que eu leve a união,
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé,
Onde houver erro, que eu leve a verdade,
Onde houver desespero, que eu leve a esperança,
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria,
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Mestre, fazei que eu procure menos ser consolado do que consolar,
Ser compreendido do que compreender,
Ser amado do que amar.
Pois é dando que se recebe,
É perdoando que se é perdoado,
É morrendo que se vive para a vida eterna!
(Oração atribuída a São Francisco de Assis)

ORAÇÃO DO CÃO
Senhor de todas as criaturas, fazei que o homem, meu dono, seja fiel aos outros homens, como eu próprio lhe sou fiel.
Fazei-o afeiçoado à minha família e aos amigos, como eu próprio lhe sou afeiçoado.
Fazei que ele guarde honestamente os bens que tu lhe confias, como eu, honestamente, guardo os que ele me confia.
Dai-lhe Senhor, um sorriso fácil e expontâneo, como fácil e expontâneo é o mover da minha cauda.
Fazei-o tão pronto à gratidão, como eu, sempre tão pronto, lhe lambo as mãos.
Dai-lhe uma paciência igual à minha, que lhe aguardo sem queixume.
Que ele tenha a minha coragem, e a minha prontidão no sacrifício, desde a comodidade à própria vida.
Conserva-lhe a juventude do meu coração, e a alegria do meu conhecer.
Por fim, ó Senhor de todas as criaturas, fazei-o sempre tão verdadeiramente homem, como eu sempre, tão verdadeiramente, sou cão.
(Autor desconhecido)

BENZIMENTO PARA COBREIRO EM ANIMAIS
Material utilizado:
Óleo de amêndoa benzido
Faca

Forma para se benzer:
Passar um pouco de óleo de amêndoa na região afetada
Logo em seguida pegar a faca e cruzando o local fazer a seguinte oração:

Na força de São Benedito, na luz, na bênção e na cruz
O cobreiro desta animal será cortado
E entregue nas mãos de Jesus

Rezar 7 Pai Nossos
Repetir por 7 vezes este mesmo benzimento em cada atendimento

ORAÇÃO DOS ANIMAIS
Jesus que baixastes à Terra e Vos fizestes homem para que melhor Vos compreendêssemos, que ficastes na Eucaristia para nunca mais nos abandonar !
Jesus cuja doutrina foi amar primeiro a Deus e logo depois ao próximo.
Não seria o cavalo que me leva e me traz do trabalho, meu próximo?
Não seria meu próximo o cachorro que protege os meus bens da ambição alheia e caminha comigo contente?
Se é assim, eu que amo tanto os animais e os considero irmãos meus, venho pedir-Vos Senhor Jesus, que depositeis em cada coração humano uma gota a mais de amor pelos animais indefesos, que tanto amam os homens e que são tão pouco amados por estes.
Dai-lhes um coração amoroso para amar estas criaturas, mente aberta para compreendê-los e mãos para acariciá-los, pois se o Homem é o Rei da Criação, deve fazer seus súditos felizes !

OS ANIMAIS À LUZ DA 3ª REVELAÇÃO
"Os animais são os irmãos menores dos homens.
Eles também, como nós, vêm de longe através de lutas incessantes e redentoras, e são, como nós, candidatos a uma posição brilhante na espiritualidade.
Não é em vão que sofrem nas fainas benditas da dedicação e da renúncia, e a favor do progresso dos homens".
"Novas Mensagens".
"Estes seres que são nossos irmãos menores e necessitados, do planeta, não nos encaram como superiores, generosos e inteligentes, mas como verdugos cruéis.
Confiam na tempestade furiosa que perturba as forças da natureza, mas fogem, desesperados, à aproximação do homem de qualquer condição, excetuando-se os animais domésticos que, por confiarem em nossas palavras e atitudes, aceitam o cutelo no matadouro, quase sempre com lágrimas de aflição, incapazes de discernir, com o raciocínio embrionário, onde começa a nossa perversidade e onde termina a nossa compreensão".
"Missionários da Luz".
Emmanuel /médium Francisco Cândido Xavier

PRECE DO CÃO ABANDONADO
Sabe, Pai, ainda não entendi.
Viemos à praça, pensei ser um passeio.
Estranhei, pois ele não tinha esse hábito, mas fui feliz.
Lá chegando, me deu as costas, entrou no carro e nem disse adeus.
Olhei para os lados, nem sabia o que fazer.
Ainda tentei segui-lo, mas o carro era muito rápido...
Vaguei assustado pelas redondezas...
Às vezes parava no mesmo lugar, sempre com a esperança de que meu dono voltasse para me buscar.
Muitos dias se passaram e as noites pareciam não terminar.
Custei muito a acreditar que ele realmente tinha ali me deixado.
Que teria eu feito de tão mal, para desprezar assim o amor de um animal?
À noite, quando ele chegava, abanava o rabo, feliz, mesmo que ele nunca viesse ao quintal me ver.
Às vezes eu latia, mas tinha pessoas estranhas no portão, não podia deixá-las entrar sem avisar meu dono.
Quem sabe foi minha dona que mandou, devia estar lhe dando trabalho...
Como sinto saudades das crianças!
Elas me adoravam!
Puxavam-me a cauda, às vezes.
Eu ficava uma fera, mas logo éramos amigos novamente.
Devem ter dito que fugi, provavelmente em busca de uma aventura e não soube voltar.
Imagino que tenham chorado, pois realmente me amavam, como eu ainda as amo.
Hoje só bebo água suja.
Estou magro e faminto.
Meus pêlos já caíram quase todos e ainda fui atropelado por não saber andar nas ruas.
Não sei se por sorte ou por azar eu ainda pude andar.
Sabe, Pai, faz muito frio à noite, no canto de chão molhado que arrumei para ficar.
Creio que ainda hoje vou me encontrar Contigo.
Peço-vos, então, não mais por mim, mas pelos meus irmãozinhos, pois sei que aí no céu a maldade dos Homens não vai mais me alcançar:
Mande-lhes pessoas que tenham deles compaixão pois, como eu, sozinhos e abandonados não mais viverão.
Amenize-lhes o frio, igual ao que agora sinto, com o calor dos atos de pessoas abençoadas.
Diminui-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.
Mata-lhes a sede de todos os momentos, com água pura de Teus ensinamentos transmitidos ao Homem.
Alivia-lhes a dor das doenças, afastando a ignorância da Terra que vem da ignorância dos Homens.
Ampara as cachorrinhas prenhas que verão suas crias morrerem de fome, frio e pestes, sem nada poderem fazer.
Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos apregoados como religiosos, em laboratórios e tudo o mais, tirando das mãos humanas o desprezo ao que por Ti foi também criado.
Abranda a tristeza dos que, como eu, foram também abandonados, pois entre todos os males foi esse o que mais me doeu...
Recebe então, Pai, nesta noite gélida, a minha Alma, pois não será mais meu o sofrimento, mas dos que ficarem, e por eles vos peço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário